Sobre2019-04-02T15:35:00+00:00

Ana Elisa Guimarães Sanchez

UM POUCO MAIS SOBRE NÓS

ANA ELISA GUIMARÃES SANCHEZ

Fonoaudióloga

Cursando Pós-Graduação em Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura pela EBRAMEC – polo São Carlos 2018 – 2021

Especialista em Audiologia pelo CEFAC-CEDIAU – São Paulo.
Conclusão: dezembro/1999.
Graduação: Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUC CAMP
Conclusão: 1991.

Fonoaudióloga clinica em São Carlos desde 2003 fonoaudióloga clínica desenvolvendo trabalhos na área da reabilitação vestibular (alteração de labirinto), avaliação audiológica (audiometria tonal, vocal, e imitanciometria) e do processamento auditivo e
Desde o início trabalhando com a seleção e adaptação de prótese auditiva em parceria com as empresas Starkey, Widex e GN Resound.

Professora do curso de graduação em fonoaudiologia na área de audiologia e próteses auditivas na UNIMEP – 2005

CAIC – Centro de Audiologia e Aparelhos Auditivos LTDA. – Empresa distribuidora de próteses auditivas marca Widex. 1997-2005
Função: Fonoaudióloga, desenvolvendo trabalhos de avaliação auditiva, seleção e adaptação de próteses auditivas, responsável pela implantação do programa de adaptação de prótese auditiva em bebês portadores de perdas auditivas e pelo treinamento das fonoaudiólogas clínicas parceiras da empresa acima mencionada.

Clínica Escudero – 1997-1999
Função:
• Avaliação Vestibular – Exame Otoneurológico
• Avaliação Eletrofisiológica da Audição – BERA
• Seleção e Adaptação de Prótese Auditiva

APASCAMP – Associação de Pais e Amigos de Surdos de Campinas – 1995-1997
Função: Coordenadora técnica do setor de fonoaudiologia.
Realizando avaliação de audição, seleção e adaptação de Próteses Auditivas para doação à população carente de Campinas.

CAS – Produtos Médicos – Empresa distribuidora de próteses auditivas da marca Siemens 1993-1995
Função: Fonoaudióloga, desenvolvendo trabalhos na área audiológica, responsável pela seleção e adaptação de próteses auditivas.

Estágio e aprimoramento na Clínica GRAU/SP, com supervisão da Dr.ª Anna Maria S. Vasconcellos Roysling-Jensen. – 2000

Estágio de observação na Fundación Sonnenschein – Rayo de Sol Instituto Modelo de Reeducación y Rehabilitación Neurológica com Prof. Dr. Rodolfo Castillo Morales – 1997

Estágio no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo – 1993 em audiologia e avaliação vestibular

Extensão em Reabilitação Vestibular em Foco III com Dr. Carlos Kazuo Taguchi CEDIAU – SP 2008

Aprimoramento em Avaliação do Processamento Auditivo Central no IEAA Instituto de Estudos Avançados da Audição – 2007
Curso Intensivo Teórico-Prático de Processamento Auditivo coordenado pela Profa. Mari Ivone Misorelli – 2004

– XXXII Seminário on line da Starley com o tema audição e equilíbrio. Novembro de 2018

– Discussão de casos sobre adaptação de próteses auditivas em crianças para o 4o ano do curso de Fonoaudiologia da UNICAMP. Junho de 2005.

  • Aula Sobre Seleção e Adaptação de Prótese Auditiva em Crianças para o 4o ano do curso de Fonoaudiologia da UNICAMP. Junho de 2005.
  • Maternidade de Campinas – Curso de Avaliação Auditiva Infantil.

Tema: Protetização em Bebês. – Nos anos de 2002, 2004 e 2005.

  • Curso sobre prótese auditiva, destinado aos residentes de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da UNICAMP em conjunto com a Fga. Virgínia Chaves Paiva de Queiroz. – 2002.
  • Associação Paulista de Medicina de Piracicaba.

Tema: O diagnóstico e a intervenção precoce na deficiência auditiva.

Palestra ministrada junto com Dr. Luis Miguel Chiriboga (ORL responsável pelo setor de triagem do Hospital e Maternidade de Campinas) – Maio de 2001.

  • Departamento de Distúrbios da Comunicação – Disciplina de Fonoaudiologia Geral da PUCCAMP – 1999.

Tema: O papel do fonoaudiólogo na adaptação de Próteses Auditivas

  • 2ª Semana de Estudos do Curso de Fonoaudiologia da UNIP (Universidade Paulista) – Campinas – 1999.

Tema: Adaptação de Próteses Auditivas

  • Semana de Estudos do Curso de Fonoaudiologia da PUCCAMP – 1999.

Tema: O processo de seleção e adaptação de prótese auditivas em crianças e idosos. – Um trabalho diferenciado voltado a populações especiais.

Aula sobre prótese auditiva direcionada ao 3º ano do curso de fonoaudiologia da Universidade Paulista – UNIP – Campinas – 1999.

NOSSOS DIFERENCIAIS

DICAS QUE SUA AUDIÇÃO PODE NÃO ANDAR BEM

  • A maioria das pessoas com perda leve de audição tem dificuldade de aceitar que não está tudo bem devido a fato de ouvir bem no silêncio.

  • Sensação de ouvir e não entender aquilo que foi dito e consequente vontade de não participar das reuniões sociais por receio de não entender direito oque será dito.

  • Piora do entendimento em locais ruidosos ou com muitos falantes, mesmo que no silêncio e com um único falante tudo corra bem.

  • Alterações de equilíbrio.

  • Presença de zumbido.

  • Ouvir x entender – Quem ouve é o ouvido, mas quem entende é o cérebro. Quanto antes voltarmos a estimular o cérebro, mais fácil é a adaptação com o aparelho, pois não há perda da compreensão da fala.

FOTOS

WhatsApp chat